"Recebei o Espírito Santo."
Jo 20,22b (Pentecostes-Ano B)
A Boa Notícia se fez site    ★       ★   Tempo Comum

Pastorais e Movimentos

PASTORAL DA ACOLHIDA

DEFINIÇÃO E OBJETIVOS:

Acolher, dentre outros, tem o significado de admitir em sua casa ou companhia, receber bem, hospedar. Assim como Deus nos acolheu como filhos pelo batismo e outras graças, devemos acolher os irmãos. E é justamente esse o ministério da Pastoral da Acolhida.

A Pastoral da Acolhida é um serviço da Igreja que se destina a “receber bem” e “ir ao encontro” das pessoas, com o objetivo de integrá-las na celebração, na comunidade, na paróquia ou na diocese, para que sejam membros vivos e atuantes do povo de Deus, através de uma vivência de comunhão e participação, em vista da missão.

O principal objetivo da Pastoral da Acolhida é atrair e conquistar, cada vez mais, a comunidade, cultivando o sentido de que somos uma grande Família. Não se trata de mais um movimento, limitado à recepção dos fiéis à porta da igreja nos domingos. Trata-se de se promover uma mentalidade que perpasse todas as pastorais e setores de atividades de uma comunidade cristã, empenhando cada fiel no sentido de acolher, com carinho e fé, os irmãos e irmãs. Não podemos deixar de reagir contra uma “filosofia” da indiferença, do “salve-se quem puder”, ou então de uma tomada de distância daquilo que nos parece o “diferente”. Trata-se de acolher o mundo dos outros e de todos os outros. Pode-se dizer que essa preocupação pelo acolhimento tem tudo a ver com uma mentalidade de hospitalidade. Afinal, o Senhor, Filho único de Deus, veio ao mundo para servir e não para ser servido. Lavou os pés dos seus discípulos para dar-nos o exemplo.

Embora o trabalho mais evidente da Pastoral da Acolhida seja recepcionar, afetuosamente, os que chegam para as celebrações, o seu desafio maior está em fazer com que a paróquia, como um todo, adote uma postura acolhedora.

De maneira geral, os membros da Pastoral da Acolhida buscam:

  • Servir incondicionalmente a Deus e ao próximo.
  • Receber com alegria e atenção aqueles que vão à Igreja, para que se sintam acolhidos na Casa do Senhor.
  • Tratar com igualdade a todos, compreendendo e respeitando suas diferenças.
  • Orientar e oferecer ajuda quando necessário.
  • Ser fraterno e solidário com o próximo, valorizando a vida.

 

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO / ENCONTRO:

Em todos os contatos de pessoas com agentes de Pastoral, enquanto tais, em nossa paróquia – Missas, eventos e sempre que necessário – pois a Pastoral da Acolhida deve estar permeada de todas as ações da paróquia.

 

SERVIÇOS:

  • Acolhimento aos irmãos na porta da igreja nas celebrações.
  • Entrega dos folhetos contendo a Liturgia da Santa Missa e outros de interesse da Paróquia na porta da Igreja.
  • Atenção especial às crianças, para que não interrompam desnecessariamente a Celebração, educando-as e demonstrando o amor especial de Cristo pelas crianças;
  • Atenção para o caso de entrar alguma pessoa embriagada ou com algum descontrole psicológico na Santa Missa, conduzindo-os amorosamente para longe do altar, onde o Senhor Jesus Se entrega por todos.
  • Atenção ao ambiente e providência do que estiver faltando: abrir ou fechar portas e janelas, ligar ou desligar ventilador e ar condicionado...
  • Recepção simpática às pessoas que chegam à Paróquia, dando-lhes boas vindas: nas celebrações, na secretaria, nos eventos...
  • Sintonia com as demais Pastorais, movimentos e associações, preocupando-se com a recepção que é dada entre os seus membros e aos atendidos por eles.
  • Busca de acomodação das pessoas (atenção especial aos idosos, enfermos, gestantes e portadores de necessidades especiais).
  • Prestação de primeiros socorros no caso de problemas de saúde.
  • Acolhimento e orientação às pessoas que têm o desejo de começar a atuar em alguma Pastoral/Movimento na Paróquia.
  • Acolhimento amistoso dado no expediente da igreja àqueles que buscam alguma informação.

 

OBSERVAÇÕES:

A Pastoral da Acolhida é um elemento constitutivo da evangelização que revela o coração de Jesus cheio de misericórdia e de esperança. Sendo ela uma ação eclesial, a Pastoral envolve a todos, pois “a evangelização é obra de todos e a unidade é a força motora de qualquer pastoral” (Evangelii Nuntiandi, 60).

 

FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA OU TEOLÓGICA, DOCUMENTAÇÃO DO PAPA OU DA CNBB QUE JUSTIFICAM A PASTORAL:

  • Documentação do Papa: Evangelii Nuntiandi; Tertio Millennio Adveniente; Novo Millennio Ineunte.
  • Documentação da CNBB: Documentos do Concílio Vaticano II; Documento de Aparecida, nn. 353-357; Estudos 73.
  • Fundamentação Bíblica - dentre diversas passagens, podem ser destacadas as seguintes:

Gn 1, 26a. Façamos o homem à nossa imagem e semelhança.

Jr 1, 5. Antes que no seio fosses formado, eu já te conhecia; antes de teu nascimento, eu já te havia consagrado, e te havia designado profeta das nações.

Mt 10, 40. Quem vos recebe, a mim recebe. E quem me recebe, recebe aquele que me enviou.

Lc 10, 16. Quem vos recebe a mim recebe; quem vos rejeita a mim rejeita.

Rm 15, 7. Por isso, acolhei-vos uns aos outros, como Cristo nos acolheu para a glória de Deus.

Hb 13, 2. Não vos esqueçais da hospitalidade, pela qual alguns,sem saber, hospedaram os anjos.

1Pd 4, 9. Exercei a hospitalidade uns com os outros, sem murmuração.

•  Veja outras pastorais e movimentos
  • Diocese São Carlos
  • Bem-vindo à sua casa!

    Assista ao vídeo

  • Agenda Fixa da Paróquia
PARÓQUIA DE SÃO SEBASTIÃO - JAÚ
Rua São Sebastião nº 30 - Centro - CEP: 17210-060 - Jaú/SP
Telefones: (14) 3622-2814  /  (14) 3626-4000   •   E-mail: secretaria@saosebastiaojau.com.br