"Esta é a voz daquele que grita no deserto: ‘Preparai o caminho do Senhor, endireitai suas estradas!’"
Mc 1,3 (2 Advento-Ano B)
A Boa Notícia se fez site    ★       ★   Advento

Pastorais e Movimentos

MOVIMENTO DE SCHOENSTATT

DEFINIÇÃO E OBJETIVOS:

O Movimento Apostólico Internacional de Schoenstatt é um movimento mariano fundado em Schönstatt, na Alemanha, em 18 de outubro 1914, pelo Padre José Kentenich, que tem como centro de espiritualidade o santuário da Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt, no qual Maria está presente como a grande educadora, com a missão de gerar novamente Cristo no coração de muitas pessoas. Ali ela oferece especialmente a graça do abrigo espiritual, da transformação interior e da frutuosidade no apostolado.

O Movimento tem como objetivo a renovação religiosa e moral do mundo, por meio da educação de homens novos.

 

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO / ENCONTRO:

A imagem peregrina da Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt percorre a casa de trinta famílias da nossa paróquia, uma por dia, sempre no mesmo dia do mês e, no dia 18 de cada mês, é realizada uma Missa com a presença da imagem.

 

SERVIÇO:

Com uma espiritualidade e pedagogia próprias, o Movimento colabora para que as pessoas consigam a sua autoeducação, a fim de melhorarem as suas vidas e formarem-se autênticos missionários da fé, como pessoas fortes, livres e responsáveis.

 

ZELADORES (a partir de 18/09):

Adriano Milani Rosella e Ana Lúcia Domarco Rosella

 

CONTATO:

 

OBSERVAÇÃO:

Imagem Peregrina

Em 1950, João Luiz Pozzobon, dono de um pequeno comércio, pai de sete filhos e católico fervoroso participa de um grupo de homens, no início do Movimento Apostólico de Schoenstatt, em Santa Maria (RS). Logo depois, é convidado pela Irmã M. Teresinha Gobbo, do Instituto Secular das Irmãs de Maria de Schoenstatt, a levar a Imagem da Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt para visitar as famílias. Irmã Teresinha entrega-lhe a Imagem, que havia sido benta no Santuário, pelo Pe. Celestino, com as palavras:

“Esta Imagem ficará sob seu cuidado. Não é preciso que reze o terço todas as noites. Apenas deverá cuidar que peregrine de casa em casa”.

Sr. João aceita esse convite. Assume a tarefa de levar a Imagem Peregrina da Mãe e Rainha de Schoenstatt às famílias e exerce esse apostolado durante 35 anos, até a data de seu falecimento em 27 de junho de 1985. Com ela percorre mais de 140.000 km. Em todos esses anos, não deixa um dia sequer de praticar esse apostolado.

Em 1º de fevereiro de 1959, Sr. João recebe de seus filhos uma Imagem menor do que a Peregrina Original com qual havia iniciado a Campanha. A silhueta lembra o Santuário de Schoenstatt. Coloca a Imagem como peregrina a circular num grupo de 30 famílias, chamando-a de peregrina das famílias. A pedido de outras famílias, que também desejavam recebê-la, foram sendo feitas outras réplicas. As imagens são sempre idênticas à primeira e, como ela, bentas e enviadas do Santuário.

A partir de então, a presença de Maria multiplica-se por meio das pequenas Imagens da Mãe peregrina na forma atual, que visitam mensalmente as famílias.

A Campanha da imagem da Mãe Peregrina, idealizada por Sr. João, tem o intuito de visitar, abençoar e conceder graças a trinta famílias durante um mês, ficando um dia em cada casa.

 

Reflexão teológica

As diversas partes do nome, além de um profundo conteúdo pelo processo histórico e agraciado, tem seu fundamento teológico:

Mãe - ela nos foi dada como Mãe por Jesus agonizante na cruz: "Eis aí a tua Mãe!" (Jo 19, 27). Como Igreja, formamos o corpo místico de Jesus Cristo; portanto, Sua Mãe é também a nossa Mãe.

Rainha – Maria foi concebida sem pecado, é a criatura mais perfeita, a obra-prima do Altíssimo Senhor. Ela é Mãe do Rei do Universo. Na Anunciação, disse-lhe o Anjo: "Eis que conceberás e darás à luz um Filho... Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai; ele reinará na casa de Jacó para sempre, e o seu reinado não terá fim" (Lc 1,31). Depois de sua Assunção ao céu, ela foi coroada como Rainha do céu e da terra.

Vencedora – Deus lhe deu o poder de esmagar a cabeça da serpente e triunfar sobre todos os poderes diabólicos. "Porei inimizade entre ti e a mulher, entre tua linhagem e a linhagem dela. Ela te esmagará a cabeça..." (Gen. 3,15). Ela continuará a vencer todos os inimigos do Reino de seu Filho: "A vitória virá por meio de Maria, porque Cristo quer que a Sua vitória a ela esteja unida" (Papa João Paulo II).

Três Vezes Admirável – É a obra mais perfeita de Deus Trino, a Filha admirável do Pai eterno, a Esposa admirável do Espírito Santo e a Mãe admirável do Filho divino. Maria é Admirável como Mãe de Deus, como Mãe do Redentor e como Mãe dos remidos.

De Schoenstatt – Deus escolheu esse lugar singelo para que ela estabelecesse este Santuário de Graças, iniciando uma peregrinação mundial em busca dos filhos ao Pai. Schoenstatt é uma palavra alemã que significa "Belo Lugar". Tendo uma natureza muito bela, o lugar torna-se ainda mais belo porque ali o Divino irrompe no humano, pela presença de Maria no Santuário de Graças. Lugar abençoado de peregrinações, onde muitos, por Maria, com Cristo e no Espírito Santo, chegam ao Pai Eterno.

•  Veja outras pastorais e movimentos
  • Diocese São Carlos
  • Bem-vindo à sua casa!

    Assista ao vídeo

  • Agenda Fixa da Paróquia
PARÓQUIA DE SÃO SEBASTIÃO - JAÚ
Rua São Sebastião nº 30 - Centro - CEP: 17210-060 - Jaú/SP
Telefones: (14) 3622-2814  /  (14) 3626-4000   •   E-mail: secretaria@saosebastiaojau.com.br