"Convertei-vos e crede no Evangelho!"
Mc 1,15b (1 Q-Ano B)
A Boa Notícia se fez site    ★       ★   Quaresma

Formação Bíblica

27 Cântico dos Cânticos: um Tratado Sobre o Amor

O quinto livro sapiencial é o Cântico dos Cânticos.

Diferentemente de todos os outros da Bíblia, esse não fala de Deus: fala do amor de um homem – chamado de “Salomão” e de “rei” – por uma jovem – chamada de "a sulamita", guarda de vinhas e pastora – que se unem e se perdem, se buscam e se encontram. Essa relação é contada através de uma coleção de poemas que usam a linguagem de um amor apaixonado, o que causa certa estranheza em muitos que o leem. Tanto que, no século I de nossa era, nos meios judaicos, surgiram dúvidas sobre sua canonicidade. A Igreja cristã, entretanto, baseando-se na tradição, sempre o considerou como Escritura sagrada.

A autoria do livro é atribuída a Salomão, por ser ele um grande sábio, um poeta original e um hábil escritor. A data em que teria sido escrito é difícil de ser precisada: alguns o fazem remontar ao reinado de Salomão e impõem uma data posterior ao exílio, no século V ou IV a.C. O lugar de composição, no entanto, é certamente a Palestina.

Mas que proveito “espiritual” tirar de um livro que fala do amor entre um homem e uma mulher? Ora, o amor humano é espelho, sacramento e manifestação do próprio Deus que Se torna presente na pessoa dos seres humanos que se amam. Assim, o livro pode ser entendido como uma parábola que revela a paixão e a ternura de Deus pela humanidade. Sob a imagem do esposo é figurado o próprio Deus e sob a imagem da esposa, a filha de Sion, o povo de Israel, que Deus escolheu entre todas as nações. Na perspectiva cristã, é a figuração de Cristo (Esposo) e a Igreja (Esposa). Os místicos viram também na figura da esposa a Virgem Maria e, ainda, qualquer alma fiel a Deus. As fortes cenas de amor são uma maneira oriental de se expressar e não devem impressionar ou levar a conclusões erradas; são fortes para mostrar o quanto Deus ama a humanidade.

Cântico dos Cânticos – "o mais belo Cântico" ou "o Cântico por excelência" – é o nome que o livro recebeu justamente por tratar da mais profunda, universal e significativa experiência humana: o amor, seja ele humano ou divino.

#saosebastiaojau

•  Leia outros textos
  • Diocese São Carlos
  • Bem-vindo à sua casa!

    Assista ao vídeo

  • Agenda Fixa da Paróquia
PARÓQUIA DE SÃO SEBASTIÃO - JAÚ
Rua São Sebastião nº 30 - Centro - CEP: 17210-060 - Jaú/SP
Telefones: (14) 3626-4000   •   E-mail: secretaria@saosebastiaojau.com.br