"Jesus dizia, no seu ensinamento a uma grande multidão: 'Tomai cuidado com os doutores da Lei!'."
Mc 12,38a (32 TC-Ano B)
A Boa Notícia se fez site    ★       ★   Tempo Comum

Estudos e Homilias

Qual é a Diferença entre a Oração pelos Mortos na Igreja Católica e o Espiritismo?

Como os espíritas, os cristãos acreditam na natureza espiritual do ser humano e na sua sobrevivência depois da morte. Acreditam também que existem relações entre nós aqui na terra e os que já deixaram esta vida. Mas a maneira de entender a comunicação com os defuntos no espiritismo e no cristianismo é diferente.

Os católicos creem na "comunhão dos santos", como dizemos no "Credo". A palavra "santos" significa aqui todos os que acreditam em Jesus Cristo e são santificados pelo Espírito Santo que receberam no batismo. A comunhão dos santos é a própria Igreja, família de Deus, formada por todos os fiéis de Cristo. Por meio da oração, podemos comunicar-nos também com os irmãos e irmãs que morreram em paz com Deus. Dessa forma, por um lado, podemos ajudar os que ainda não estão completamente purificados de seus pecados a alcançar a alegria eterna. Nossa prece, unida à de Jesus, especialmente o oferecimento da Missa, é escutada por Deus e apressa a sua purificação. Por outro lado, podemos também pedir a ajuda dos santos que já gozam da presença de Deus e estão prontos a interceder por nós. Eles escutam a nossa oração e obtêm do Pai comum, por meio do único mediador Jesus Cristo, as graças que pedimos.

Trata-se, como se vê, de uma comunicação espiritual, na base da fé, da esperança e do amor. Na medida em que estão unidos com Deus no mesmo Espírito de Jesus, os cristãos podem comunicar-se com os defuntos, desejando e fazendo o bem uns aos outros pela bondade e poder do próprio Deus.

O espiritismo, diferentemente, pretende que podemos comunicar-nos de forma sensível com os espíritos dos mortos, recebendo suas mensagens, sobretudo através de médiuns. Quem consulta os espíritos deseja quase sempre satisfazer a sua curiosidade tanto a respeito do outro mundo, como da vida aqui na terra. Quer saber, por exemplo, como está passando uma pessoa falecida ou lhe pergunta alguma coisa sobre o seu futuro.

Esta ânsia de conhecer detalhes do próprio destino, que pertencem só a Deus, revela falta de confiança na Sua providência carinhosa de Pai. Em vez de ter fé, a pessoa quer certificar-se por meio dum contato direto com o além sobre o seu futuro ou sobre a sorte de entes queridos. Por isso, a Igreja condena as tentativas de comunicar-se com os espíritos dos mortos.

Além disso, Jesus Cristo é o Salvador. A Sua morte na Cruz significa a redenção. Nas religiões pagãs é o próprio homem quem se salva; por isso, o espiritismo pode ser encaixado como pagão, ao pregar a reencarnação. Assim, reencarnação é o oposto de ressurreição.

Não é através de vozes do além nem de predições sobre o futuro, mas da entrega cheia de esperança nas mãos de Deus que encontraremos a verdadeira paz.

•  Leia outros estudos e homilias
  • Diocese São Carlos
  • Bem-vindo à sua casa!

    Assista ao vídeo

  • Agenda Fixa da Paróquia
PARÓQUIA DE SÃO SEBASTIÃO - JAÚ
Rua São Sebastião nº 30 - Centro - CEP: 17210-060 - Jaú/SP
Telefones: (14) 3622-2814  /  (14) 3626-4000   •   E-mail: secretaria@saosebastiaojau.com.br