"Esta é a voz daquele que grita no deserto: ‘Preparai o caminho do Senhor, endireitai suas estradas!’"
Mc 1,3 (2 Advento-Ano B)
A Boa Notícia se fez site    ★       ★   Advento

Estudos e Homilias

Homilia da Festa do Batismo do Senhor – Ano B - Sábado, 10 de janeiro de 2015

Primeira Leitura: Is 42,1-4.6-7

Salmo Responsório: Sl 28

Segunda Leitura: At 10,34-38

Evangelho: Mc 1,7-11

 

O que e no que o batismo de Jesus afeta a nossa vida? Que relação existe entre o batismo de Jesus e o nosso batismo?

A maioria de nós foi batizado pequeno e não se lembra de nada; mas muitos de nós, depois de grandes, já acompanhamos outros batismos de parentes e outras pessoas, vimos os rituais, os sinais… E o que significa tudo o que vimos? Quais são as consequências do batismo?

Deus nos criou no amor, por amor e para o amor, e nos criou para sermos felizes. Ele nos criou para experimentarmos esse amor. Ele nos fez Suas criaturas verdadeiras. Mas o ser humano, desde o começo, rejeitou esse amor, deu as costas para Deus, afastando-se dele. Deus, no Seu imenso amor, tem procurado resgatar a comunhão de novo com o ser humano, muitas vezes e de vários modos. A Primeira Leitura é uma prova disso. O capítulo 42 do livro de Isaías está dentro do deutero-Isaias, um segundo Isaías, profeta anônimo que conviveu com o povo judeu no cativeiro da Babilônia, cativeiro este que foi consequência das infidelidades desse povo. A missão desse profeta é animar esse povo, dar-lhes esperança de um retorno para sua terra, provocando um novo êxodo. O texto específico dessa liturgia é o primeiro cântico do servo de Yahweh. Esse servo é alguém escolhido e capacitado por Deus, pelo Seu espírito, para que promova o direito e a justiça no meio do povo (por justiça entende-se ajustar-se à vontade de Deus), não pela força e não com violência, sem “quebrar a cara rachada” e sem apagar o pavio que fumega: usando de mansidão com os fracos e titubeantes, mas com firmeza, sem esmorecer, até finalizar sua missão, a partir de Judá, e irradiar essa luz a todas as nações.

Uma pergunta que surge é: quem é esse servo? Segundo os exegetas, poderiam ser várias opções; uma delas seria o próprio povo de Israel. E será que eles cumpriram essa missão? Os cristãos, porém, fazem uma releitura desse texto e apontam Jesus como o servo de Yahweh.

No Evangelho de hoje, Jesus está com João Batista para ser batizado. João é o precursor que prepara o caminho, exercendo sua missão no deserto. Jesus é Aquele que vai realizar um novo êxodo e vai formar um novo povo de Deus. No primeiro êxodo, o povo teve que atravessar o deserto e atravessar o rio Jordão. Deserto é lugar de aridez, de luta e sofrimento, mas é lugar também de crescimento, lugar de encontro com Deus, e os dois estão no deserto. O Batismo de João é o batismo de conversão e arrependimento; Jesus não tinha do que se converter e do que se arrepender, pois nunca pecou; mas, por solidariedade a toda a humanidade, Ele foi batizado no rio Jordão. Seu batismo é a prefiguração da sua morte e ressurreição: imergir = morte, emergir = ressurreição. É assim que Ele vai realizar o novo êxodo e formar o novo povo para Deus: na Sua morte e ressurreição. Ao sair da água, o céu se rasga, o Espírito em forma de pomba pousa sobre Jesus e se escuta a voz: “Tu és o meu filho amado, em ti ponho meu bem querer”. O que quer dizer isso? O Pai está dizendo que Jesus é Seu Filho muito amado e sobre Suas costas, sobre Seus ombros Ele coloca o resgate, a salvação da humanidade (nós). É assim que Ele nos salva: na sua morte e ressurreição!

Segundo Marcos, o batismo de Jesus é o começo de Sua vida pública. Aí já estamos na Segunda Leitura. Pedro está na casa de Cornélio - o primeiro gentio a se converter e ser batizado - e o entendimento de Pedro é este: Deus não faz diferença de pessoas, ele não aceita apenas judeus, mas todos os que O temem e buscam Sua justiça (ajustar-se à vontade Dele). E Jesus, depois de batizado, cheio do Espírito, começa Sua missão anunciando a Boa Nova através da pregação (palavras) e através de ações (curas, milagres). É sempre assim: palavras e ações conexas, falava em salvação e salvava, falava em cura e curava… Morreu, ressuscitou e, depois de ressuscitado, disse aos discípulos: “Ide por todo o mundo, fazei meus discípulos, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo”.

E, assim, chegamos ao nosso batismo. Somos batizados também na água - o que significa batismo de purificação de conversão: recebemos o perdão do pecado original e de pecados pessoais, somos conciliados com Deus. Até aí estamos em pé de igualdade com o povo do Antigo Testamento. Mas o nosso batismo é muito mais do que isso: deixamos de ser criaturas, passamos a ser e somos, de fato, filhos de Deus, filhos do mesmo pai (novo povo de Deus) e, portanto irmãos. Passamos a ser morada de Deus, templo do Espírito Santo. O mesmo Espírito que ressuscitou Jesus dos mortos passa a fazer morada em cada um de nós e isso não é pouco, não! Prerrogativa do novo povo de Deus, podemos dizer como Paulo: “Tudo posso naquele que me fortalece, em todas as coisas sou mais que vencedor”. Posso passar pelo meio de qualquer deserto, com seus perigos, com suas dificuldades, porque existe um rio dentro de mim, um rio de água viva infinitas vezes maior que o Jordão. Tornei-me um cristão, ou seja, outro Cristo, e devo ser como Ele nos dias de hoje.

Uma sociedade hedonista que busca o prazer a qualquer custo, que busca ser feliz através de consumo, acumulando coisas, sendo imediatista e descartando, egoísta e individualista. E, paradoxalmente, a sociedade, as pessoas nunca foram tão infelizes. Lembra-se do que falamos no começo? Somos criados para sermos felizes, vivenciando o amor… O seu batismo pode fazer a diferença! Renove seu batismo hoje, viva o seu batismo e seja feliz!

Diácono Robson Artur Bertoncello

 

•  Leia outros estudos e homilias
  • Diocese São Carlos
  • Bem-vindo à sua casa!

    Assista ao vídeo

  • Agenda Fixa da Paróquia
PARÓQUIA DE SÃO SEBASTIÃO - JAÚ
Rua São Sebastião nº 30 - Centro - CEP: 17210-060 - Jaú/SP
Telefones: (14) 3622-2814  /  (14) 3626-4000   •   E-mail: secretaria@saosebastiaojau.com.br